O perfume através dos tempos

O perfume através dos tempos

1900 – A atriz Sarah Bernhardt representa as mulheres pálidas e românticas da época. Martirizadas pela moda vitoriana, procuravam alívio nos aromas refrescantes e suaves das colónias florais.

1910 – O estilista Paul Poiret foi o primeiro a colocar na sua casa uma linha própria de perfumes. A partir de então, a conexão entre moda e perfume jamais seria desfeita. No cinema, Theda Bara idealizava a mulher fatal.

1920 – Gabrielle Chanel seria responsável por uma revolução no mundo da perfumaria e da moda. Ela marcou a década com o seu estilo único, apostando na sobriedade e no conforto, e com o lançamento do perfume Chanel nª 5.

1930 – Greta Garbo, Katharine Hepburn e Jean Harlow dominavam as telas de cinema. Contrariando os tempos de crise, o estilista Jean Patou lançou Joy, o perfume mais caro do mundo.

1940 – Paris era a capital do luxo e Nova Iorque ditava o contemporâneo. Hollywood virou a fábrica de sonhos. Os cabelos de Rita Hayworth inspiravam a moda e as curvas de Mae West motivaram a criação do perfume Femme de Rochas.

1950 – A sofisticação e a inocência de Audrey Hepburn foram traduzidas no perfume L’Interdit. Chanel nº5 ganharia a mais célebre das mulheres, que confessava dormir apenas com algumas gotas do perfume: Marilyn Monroe.

O perfume através dos tempos

O perfume através dos tempos foto

1960 – Os Beatles e os Rolling Stones embalavam o pop dos anos 60. Surgiam as mini saia e a modelo Twiggy, musa da extrema magreza. As grandes mudanças de comportamento eram marcadas por fragrâncias que evocavam a liberdade.

1970 – A quebra de de tabus na década na qual as mulheres clamavam por sua individualidade. A tendência oriental na perfumaria seria imortalizada com o lançamento de Opium.O perfume através dos tempos foto

1980 – Fragrâncias mais densas acompanhavam o clima de competitividade sem limites. Madonna inspirava o corpo “construído” no ginásio e Jean Paul Gaultier chocava nas passarelles com a sua moda provocadora.

1990 – A década foi marcada pela globalização e pela interactividade e a perfumaria por dois ícones: o unisexo CK One e o saboroso Angel. A moda voltava-se para o minimalista.

2000 – Os perfumes do Novo Milénio parecem revelar os anseios da nova era com nomes sugestivos e personalidades distintas. Um universo que não tem fim.

Futuro – Não há limites para a imaginação dos criadores. As plantas, as águas e até mesmo o espaço podem ser fonte de inspiração para a perfumaria do futuro.

O perfume através dos tempos
4.7 (93.33%) 21 votos

2 Comentários

  1. Madalena || at

    Informação com interesse

  2. Anita Brito || at

    Gostei bastante do artigo

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação.
Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização.